Caneleiro-preto

Videos deste animal     (1)

Informações do animal

Nome: Caneleiro-preto
Nome científico: Pachyramphus polychopterus

Característica

Mede entre 15 e 17 centímetros e pesa de 22 a 27 gramas. Apresenta dimorfismo sexual. A fêmea tem coloração verde-olivácea e o macho é negro com bico largo. É acentuadamente agressivo.

Alimentação

Onívoro, alimenta-se de pequenos frutos e vários artrópodes, como besouros, grilos, gafanhotos, mariposas e borboletas apanhados entre a vegetação.

Alimentação – Onívoro, alimenta-se de pequenos frutos e vários artrópodes, como besouros, grilos, gafanhotos, mariposas e borboletas apanhados entre a vegetação.

 

Reprodução – Constrói seu ninho globular com entrada lateral, utilizando materiais vegetais a uma altura entre cinco e 15 metros do solo, sobre árvores.

 

Hábitos – Habita o interior e as bordas de florestas e zonas arbustivas. Costuma acompanhar bandos mistos de aves. É extremamente territorialista, podendo permanecer num mesmo local durante anos.

 

Observação do autor – Em Camboriú, Santa Catarina, onde fotografei este casal de caneleiro-preto, dois anos a fio os encontrei na mesma propriedade em época de reprodução. Construíram o ninho na mesma árvore. Em uma das vezes, o ninho estava sendo construído pela fêmea, enquanto o macho ficava defendendo o território. Extremamente territorialista, atacava qualquer ave que se aproximasse da área e, quando era da mesma espécie, a fêmea largava tudo para ajudar a expulsar o intruso e entrava na briga também.

 

Reprodução

Constrói seu ninho globular com entrada lateral, utilizando materiais vegetais a uma altura entre cinco e 15 metros do solo, sobre árvores.

Hábitos

Habita o interior e as bordas de florestas e zonas arbustivas. Costuma acompanhar bandos mistos de aves. É extremamente territorialista, podendo permanecer num mesmo local durante anos.

Hábitos – Habita o interior e as bordas de florestas e zonas arbustivas. Costuma acompanhar bandos mistos de aves. É extremamente territorialista, podendo permanecer num mesmo local durante anos.

 

Observação do autor – Em Camboriú, Santa Catarina, onde fotografei este casal de caneleiro-preto, dois anos a fio os encontrei na mesma propriedade em época de reprodução. Construíram o ninho na mesma árvore. Em uma das vezes, o ninho estava sendo construído pela fêmea, enquanto o macho ficava defendendo o território. Extremamente territorialista, atacava qualquer ave que se aproximasse da área e, quando era da mesma espécie, a fêmea largava tudo para ajudar a expulsar o intruso e entrava na briga também.

Distribuição Geográfica

 

Registrado em Itaiopólis, setembro/2010.

 

Existem registros deste animal nas seguintes cidades:

Sem localização (5)
Registro mais recente: Em Brusque - 14/12/2011

Curiosidades

Observação do autor – Em Camboriú, Santa Catarina, onde fotografei este casal de caneleiro-preto, dois anos a fio os encontrei na mesma propriedade em época de reprodução. Construíram o ninho na mesma árvore. Em uma das vezes, o ninho estava sendo construído pela fêmea, enquanto o macho ficava defendendo o território. Extremamente territorialista, atacava qualquer ave que se aproximasse da área e, quando era da mesma espécie, a fêmea largava tudo para ajudar a expulsar o intruso e entrava na briga também.

Dados Científicos


Classificação Científica:

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
SubOrdem: Tyranni
Parvordem: Tyrannida
Superfamília: Cotingoidea, Bonaparte, 1849
Família: Tityridae, Gray, 1840
Subfamília: Tityrinae, Gray, 1840
Espécie: P. polychopterus
Nome Científico: Pachyramphus polychopterus,(Vieillot, 1818)
Nome em Inglês:White-winged Becard
 

Ocorrências