Pássaro-preto

Videos deste animal     (2)

Sons deste animal

  1. Pássaro-preto

Informações do animal

Nome: Pássaro-preto
Nome científico: Gnorimopsar chopi
Nomes populares: graúna, sabiá-graúna, chico-preto, arranca-milho, chopim, chupão, cupido e melro.

Característica

Mede de 21,5 a 25,5 centímetros e pesa de 75 a 84 gramas. Não há dimorfismo sexual. Tem todo o corpo negro, inclusive os olhos, o bico e as pernas. Só na fase adulta surgem penas ao redor dos olhos.

Alimentação

Onívoro. Alimenta-se de insetos, como aranhas e outros invertebrados, e também de sementes e frutos.

Reprodução

Pode tanto construir seu ninho em árvores ocas como utilizar os ninhos de outras espécies (joão-de-barro, pica-pau). Tem normalmente duas a três ninhadas por temporada e em cada uma delas põe de três a quatro ovos. A incubação dura 14 dias. O macho participa da criação dos filhotes que, após 18 dias, estão aptos a deixar o ninho. Aos 18 meses atingem maturidade sexual.

 

Hábitos

Vive em áreas abertas com árvores esparsas, matas de araucárias, pastagens, áreas antrópicas e pinheirais.

Distribuição Geográfica

 

Registrada em Chapecó, dezembro/2010.

 

Existem registros deste animal nas seguintes cidades:

Registro mais recente: Em Agua Doce - 26/11/2013

Curiosidades

Este pássaro tem uma das vozes mais melodiosas conhecidas no Brasil. A fêmea também canta. Esse talento foi reconhecido até no seu nome científico, que deriva do grego gnorimos (notável). Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga também admiravam muito esta ave, tanto que fizeram uma música que foi o maior sucesso, “Assum Preto”. Seu nome popular, graúna, é derivado do tupi guira-una (ave preta).

Dados Científicos

 

Classificação Científica:

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
SubOrdem: Passeri
Parvordem: Passerida
Família: Icteridae, Vigors, 1825
Espécie: G. chopi
Nome CientíficoGnorimopsar chopi,(Vieillot, 1819)
Nome em Inglês:Chopi Blackbird
 

 

Mais nomes

graúna, sabiá-graúna, chico-preto, arranca-milho, chopim, chupão, cupido e melro.