Andorinhão-do-temporal

Informações do animal

Nome: Andorinhão-do-temporal
Nome científico: Chaetura meridionalis

Característica

 

Tamanho: mede 11 centímetros de comprimento.

Alimentação

 

Insetos voadores, como formigas e cupins alados, mutucas, libélulas, besouros, mariposas, moscas e vespas apanhadas em vôo.

 

Reprodução

 

Costuma construir seu ninho, fixado-os internamente nas chaminés das residências, em outras construções humanas ou em  ocos de árvores. Seus ovos são brancos normalmente de 3 a 5.

Hábitos

 

Vive em diversos ambientes, sobrevoa regiões florestadas, compos, praias, áreas alagadas, e centros urbanos. A espécie é migratoria aparecendo no Estado entre setembro e março.

Distribuição Geográfica

 

Em Florianopolis, 01 de novembro de 2012.

 

Existem registros deste animal nas seguintes cidades:

Garuva (2)
Registro mais recente: Em Garuva - 20/11/2013

Dados Científicos

 

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Apodiformes
Família: Apodidae, Olphe-Galliard, 1887
Espécie: C. meridionalis
Nome Científico: Chaetura meridionalis, Hellmayr, 1907
Nome em Inglês: Sick's Swift