Caneleiro-de-chapéu-preto

Informações do animal

Nome: Caneleiro-de-chapéu-preto

Característica

Mede de 17 a 20 centímetros e pesa em torno de 49 gramas. Apresenta dimorfismo sexual. O macho é preto nas partes superiores e na cabeça e de tons cinzentos na região ventral.  A fêmea é marrom, mais clara na região ventral. Na cabeça, o característico topo cinza escuro.

Alimentação

Costuma ficar longos períodos empoleirado no alto das árvores à espera de besouros, gafanhotos, borboletas e mariposas em movimento. Também come frutos.

Alimentação – Costuma ficar longos períodos empoleirado no alto das árvores à espera de besouros, gafanhotos, borboletas e mariposas em movimento. Também come frutos.

 

Reprodução – O ninho é construído pela fêmea com fibras vegetais, contando ocasionalmente com a ajuda do macho. Os ovos são incubados por em média 18 dias. A alimentação dos filhotes é realizada pelo casal.

 

Hábitos – Vive em florestas primárias e secundárias no subdossel de matas úmidas em até 2.000 metros de altitude. Frequenta bandos mistos.

 

Curiosidade – Esta espécie apresenta uma característica rara no mundo das aves: o canto da fêmea é mais melodioso que o do macho.

 

Reprodução

O ninho é construído pela fêmea com fibras vegetais, contando ocasionalmente com a ajuda do macho. Os ovos são incubados por em média 18 dias. A alimentação dos filhotes é realizada pelo casal.

 

Reprodução – O ninho é construído pela fêmea com fibras vegetais, contando ocasionalmente com a ajuda do macho. Os ovos são incubados por em média 18 dias. A alimentação dos filhotes é realizada pelo casal.

 

Hábitos – Vive em florestas primárias e secundárias no subdossel de matas úmidas em até 2.000 metros de altitude. Frequenta bandos mistos.

 

Curiosidade – Esta espécie apresenta uma característica rara no mundo das aves: o canto da fêmea é mais melodioso que o do macho.

 

Hábitos

Vive em florestas primárias e secundárias no subdossel de matas úmidas em até 2.000 metros de altitude. Frequenta bandos mistos.

Hábitos – Vive em florestas primárias e secundárias no subdossel de matas úmidas em até 2.000 metros de altitude. Frequenta bandos mistos.

 

Curiosidade – Esta espécie apresenta uma característica rara no mundo das aves: o canto da fêmea é mais melodioso que o do macho.

Distribuição Geográfica

 

Novembro/ 2010 A.P.A. Morro do Gavião.

 

Existem registros deste animal nas seguintes cidades:

Sem localização (3)
Registro mais recente: Em Vargeao - 02/11/2013

Curiosidades

 Esta espécie apresenta uma característica rara no mundo das aves: o canto da fêmea é mais melodioso que o do macho.

Curiosidade – Esta espécie apresenta uma característica rara no mundo das aves: o canto da fêmea é mais melodioso que o do macho.

 

Dados Científicos

Classificação Científica

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Passeriformes
SubOrdem: Tyranni
Parvordem: Tyrannida
Superfamília: Cotingoidea, Bonapart, 1849 
Família: Tityridae, Gray, 1840
Subfamília: Tityrinae, Gray, 1840
Espécie: P. validus
Nome Científico: Pachyramphus validus, (Lichtenstein, 1823)
Nome em Inglês: Crested Becard

 

Ocorrências